O caminho é admitir

Estava tirando o carro da garagem, quando percebi meu vizinho tirando o carro ao mesmíssimo tempo que eu, incluindo alguns movimentos básicos: Metade do carro encima da calçada, pneus traseiros no asfalto, o abrir da porta para descer, alguns segundos para fechar o portão, enfim, parecia cena de comédia americana. Tive um ímpeto: segui-lo! Sério, gente, que foram momentos daqueles em que a vida imita a arte (nunca me convenci completamente disso).

 Bem, eu moro neste pedaço há vinte anos, nasci e me criei na cidade vizinha, e faz vinte e… informação desnecessária que tenho por tarefa da minha profissão andar de carro por aqui e por São Paulo. Posso dizer que conheço bons caminhos. Sou destas pessoas que se dá ao luxo de escolher alguns percursos por conta de ter mais ou menos sinais, ou conhecer os tempos de alguns sinais de avenidas, ruas que têm muitas lombadas eu evito, percebo um buraco novo e reconheço um velho conhecido. Posso medir distâncias em tempos, coisas assim, que me conferem alguns elogios ou consultas de amigos. Pensei comigo: que caminho ele fará para sair do bairro? Confesso que pensei também: aposto que meus caminhos são melhores!E lá fui eu, discretamente, mantendo distância de uma quadra, seguindo meu vizinho. Sim, é sério. Eu fiz isso! Foram momentos Maxwell Smart. Eu paradinha numa esquina, esperando ele virar na próxima. Discretíssima, às 7h da matina e as ruas vazias.

 Ele virou a primeira esquina e eu pensei: o que ele quer aí? Quando virou mais à frente, já estava em pânico: onde este cara pensa que vai? No segundo quarteirão eu já me mordia de raiva, pois ele fazia um caminho que eu jamais havia feito, e jamais me passou pela cabeça fazer. Como se não bastasse, ele cortou três sinais do bairro e um deles, daqueles de que eu falo mal toda manhã. Preciso continuar, ou já deu pra entender?

Vou continuar só mais um pouquinho, que é pra ver se a lição fica clara, em alto e bom tom,  e agora escrita e publicada: Sempre pode haver um caminho melhor. Sempre podemos aprender um novo caminho. Sempre alguém pode nos ensinar um caminho desconhecido. Olhe sempre pelo retrovisor para ter certeza que não está sendo seguido.

 

 

   

 

                              DSC03914

Anúncios
Esse post foi publicado em Dia a dia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s