Ela é!

Assim de simples, ela é o máximo! Não fala o que quer, e nem precisa. Todos estão aos seus serviços. Se estiver com ela, me jogo a seus pés. Se quiser faz, se não quiser, não faz. Faça o que quiser me sinto a seu dispor. Não a vejo muito e por isso mesmo e mais ainda, quando estou com ela, me derreto. Quase sempre tem a calça combinando com a blusinha, que combina com a meia, que combina com o sapatinho. Sim, sapatinho, porque seus pés são pés de Vênus. Pura sedução. Basta apontar e já estamos todos trazendo tudo, qualquer coisa, para perguntar: É isso? Quer isso? Será aquilo? E ela, se deleita e se aproveita de seus servos, como uma rainha, que é. Por isso não merece críticas. Uma rainha tem seu valor se souber ser. Souber estar. Souber exigir e nos submeter aos seus desejos. E ela sabe. Ela reina soberana no meio de babões. Seu brinco nem de longe desvia a atenção que seus olhos exigem. Meio rasgado, com carinha de vítima, parece que sempre está por um triz para soltar uma lágrima e isto… Nunca… Nem pensar… Para evitar uma lágrima sua, eu seria capaz de qualquer coisa. Sua boca me deixa louca. Quero mordê-la. Como as suas bochechas, suas pernas, sua bunda. Tudo nela é uma delícia. Tem um charme que é só dela, e põe charme nisso. Ela manda e desmanda no meu coração. Outro dia, ela segurou a minha mão e meu coração disparou. Ela confiou a mim uns passos ligeiros agarrada no meu dedo indicador, e minha respiração falhava de emoção. De repente, sem que eu esperasse, soltou minha mão, saiu caminhando como se sobre nuvens, e me mostrou como é que é provar a lei da gravidade, com elegância. Ela dava seus primeiros passos e eu chorava assistindo aquele espetáculo.  Fiquei muito comovida e virei chacota da família. Pensam que estou ligando? Nem um pouco. Não é a primeira vez que viro chacota por valorizar pequenos detalhes que a vida nos presenteia. Uauh! Ela caminhava desequilibradamente me deixando apavorada pela simples possibilidade de tombar de seus aproximadamente 50 centímetros de beleza ímpar. Um cristal. Eu temia que ela quebrasse. Todos olhavam mais para mim, por meu desespero, que para ela, o que foi um insulto à natureza. Tudo nela merece ser visto com cuidado. Passo a passo, palmo a palmo. E quando coça o nariz? Ai meu Deus, confesso que não sei se quero acabar com aquele mal passageiro, pois é tão adorável vê-la com as costas das mãos gordinhas, esfregando aquele narizinho minúsculo e francamente… ela vai ficando nervosinha, nervosinha e eu olhando aquelas caretinhas  vibrando com aquilo. Coitadinha! Mas a verdade é que eu quero que ela coce o nariz, sempre que eu estiver por perto. Eu a levo para ver o au-au, o carro, a moto, o ônibus, o moço, a moça, o nenê, dar tchau, conversar com o vento, olhar o passarinho, a pomba. Eu a levo para abrir as gavetas e tirar tudo de dentro e quem falar alguma coisa, vai se ver comigo! Ela vai tirar e acabou! Vai jogar tudo no chão e pronto! E eu vou colocar tudo de volta e ela vai repetir! E quem é que vai dizer prá mim que não? Pode reclamar, pode falar, pode dar bronca, pode fazer o que quiser. Comigo, quem dá as cartas, é ela! Se não bastasse ser uma raspa de panela após vinte anos na família, eu não estou com ela tempo suficiente para educá-la e nem me interessa estar. Quero estar com ela, para mimá-la, para agradá-la, para servi-la e servir ao meu delicioso egoísmo de não ter responsabilidade para com ela que não seja afetiva e amorosa. Quero amá-la plenamente nos meus poucos minutos. Quero vê-la atenciosamente, nos meus poucos minutos. Quero deliciar-me com seus encantos, nos meus poucos minutos. Quero imaginar que ela sabe que eu a amo intensamente, nestes poucos minutos. Como se cada vez que eu a encontre, uma vela fosse acesa. E nossos encontros serão sempre mortais, postos que são chamas, mas serão infinitos enquanto durem.

 

http://www.youtube.com/watch?v=W6H_4YAF4zI&feature=related

Anúncios
Esse post foi publicado em Dia a dia. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Ela é!

  1. Beto disse:

    Uauuu!!!…Isto já define tudo, o que sentio ao ler este "depoimento".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s