Poucas palavras novas

Tem gente que só sabe fazer uma coisa. Outras só sabem fazer uma coisa de cada vez. Outros fazem uma coisa por vez. Há os que só sabem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Se invertermos os papéis, nada sairá no dia e na hora certa. É assim. Cada um de nós, 7 bilhões exerceremos nossos papéis, nosso propósito real de vida, na medida que aceitarmos que fazemos o que fazemos, como fazemos. E bem o fazemos desta maneira. Isso facilita aceitarmos que outros façam coisas que não fazemos, de maneira que nunca imaginamos que pudessem ser feitas. O pulo do gato, é aceitar que outros, possam fazer o que nós fazemos, de outra maneira, que não a nossa. A partir daí, estamos fazendo alguma coisa diferente. Até lá, o que fazemos é fazer a mesma coisa.
Alguns de nossos erros, não nos passam porque temos que aprender a fazer a coisa certa. Certa coisa que só tem validade por um segundo. O instante seguinte, já requer outra coisa certa e aquela anterior a esta, nunca mais terá sentido. Eles nos passam para aprendermos que errar é humano e que temos que nos colocar em nosso devido lugar, que é o de errar. Não valorizando este nosso pequeno transtorno biológico, que nos impede sermos Deuses, mas reconhecendo que o melhor que nos pode passar é a admissão do erro. É só neste instante que acertamos por um instante. Para dar durabilidade neste instante, podemos rir de nós mesmos. E é só. No mais, é seguir adiante até o próximo erro. E até o próximo perdão. E com sorte, até o próximo sorriso.
Tem gente, que anda em grupo. Tem gente que só anda em grupo. Tem gente que gosta de ficar sozinho. Tem gente que fica sozinho, mas fica triste. Tem gente que tá na multidão e tá triste também. Tem gente que tá sempre feliz. Sozinho ou acompanhado. Tem gente de todo tipo de gente. E a gente, tá no meio desta gentarada toda. Se olharmos quanta gente tem do lado da gente, quanta gente esteve aqui antes da gente e quanta gente virá depois da gente, facilita aceitarmos que a gente faz coisas diferentes, em tempos diferentes, com intenções diferentes, com histórias diferentes, dentro de contextos diferentes, com gentes junto com a gente, de um jeito diferente. Assim foi antes da gente, e assim será depois da gente. Então, a partir deste olhar, estamos sendo gente diferente. Até lá, o que fazemos é sermos gente igual a qualquer gente.
Algumas das pessoas que nós encontramos na vida, da hora do nascimento à hora da morte, esperaram aquele exato instante do nosso encontro para nos tirar do sério. Outras aguardaram aquele exato instante, para nos afrontar. Outra ainda para nos irritar. E há os que parecem que nasceram, só, para fazer isso com a gente. Ou cada uma destas, ou todas juntas. Missão de vida de fulano: Atormentar-me. Às vezes, encontramos uma pessoa, naquele instante exato, para nos fazer sorrir e nos fazer felizes por mais alguns instantes. Alguns encontramos para nos ensinar, outros para darmos exemplo, outros para compartilhar a alegria e sabedoria. Outros para ouvirmos, alguns, para, nos escutar. Todos para reconhecer e amar.
A decisão é minha; A decisão é sua. O encontro é meu; O encontro é seu. Eu faço dele uma sorte ou um azar. Um agouro ou uma bolada.
Quando erramos a decisão do motivo do encontro, podemos escolher num instante, continuarmos no meio da gentarada nos culpando pelo erro, ou sermos efetivamente diferente, positivarmos o erro e seguirmos adiante até o próximo instante do encontro com o acerto.
A gente é que sabemos o que queremos. E queremos o que a gente sabemos.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Poucas palavras novas

  1. Natália Monaco disse:

    De fato é isso mesmo !
    O encontro é seu, o encontro é meu, o encontro é NOSSO !
    Bora marcar o próximo encontro !
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s